Cursos presenciais

O Esperanto é ensinado e praticado em diversas cidades em Pernambuco.

Congressos Brasileiros

Um dos melhores congressos esperantistas do mundo é o brasileiro!

O congresso de 2015 foi no Rio de Janeiro.
Veja como foi na página da Liga Brasileira de Esperanto

Cursos presenciais

O Esperanto é ensinado e praticado em diversas cidades em Pernambuco.

RocketTheme

Nossa História

De 1937 aos dias atuais, muito há para se contar.

 

RocketTheme

Literatura

Muito para se ler, muito para se deleitar.

Movimento Esperantista

Movimento

Nós procuramos ajudar a mover o mundo!

 

Vídeos

Vídeos

Seleção de alguns vídeos interessantes. Sempre em atualização.

Esperanto, muito mais que uma língua. Um modo de viver o mundo no qual a comunicação se processa de uma forma mais justa, igualitária e humana.

Viva essa experiência!

Dez 18 2014

Este foi um ano proveitoso.

A Associação Pernambucana de Esperanto (APE) conseguiu muitas realizações, graças ao esforço em conjunto de bons amigos esperantistas, que partilham do mesmo ideal de manter e divulgar um dos mais simples idiomas já inventados.

Mas o que exatamente aconteceu em 2014?

Fazendo uma pequena retrospectiva, o esperanto teve a oportunidade de ser tema de um programa de rádio e de ter aparecido um jornal de grande circulação na Região Metropolitana do Recife. Não podemos negar que tivemos uma divulgação razoável neste meio tempo.

Conseguimos nos organizar para ministrar um curso básico para formar novos professores, e não podemos deixar de lembrar que mantivemos a tradição de nos reunir no nosso Simpósio, o evento esperantista máximo do Estado.

Conseguimos ter amigos nos representando no exterior, participando do maior evento esperantista do planeta. Tivemos o prazer de receber grandes samideanos de outro Estado, durante a Copa do Mundo. E ainda mantivemos nosso curso básico, como sempre fazemos.

A descentralização do movimento atingiu as cidades de Caruaru e Abreu e Lima, primeiro com palestras, e depois com cursos básicos para os interessados.

Mas destaco em especial dois momentos de orgulho: O primeiro é que a APE retomou, com relativo sucesso, as rodas de conversação, que renderam ótimos momentos (apesar da falta de estudantes).  Esses momentos únicos são fundamentais para se conseguir a fluência na língua com relativa rapidez. O segundo foi que a nossa sede voltou a abrir ao público, permitindo que novos esperantistas, estudantes e simpatizantes possam visitá-la e conhecê-la. Esperamos estimular a todos o interesse em frequentar esse espaço, que é nosso, e que pretendemos revitalizar aos poucos. Até reunião administrativa estamos tendo!

Nos aproximamos mais, nos tornamos mais amigos. Passeamos e comemoramos. Isso estreita nossas relações e fortalece nossos vínculos uns com os outros. Rimos juntos, mas choramos juntos também, pela perda de grandes amigos.

Este ano de 2014 teve muitas alegrias e poucas tristezas. Acho que é um saldo positivo. Me sinto orgulhoso dos amigos que fiz e de como lutamos juntos por tanto tempo. Mas encerra-se um ano para começar outro. E este que vos escreve estará pronto para continuar, com o apoio fundamental que tenho de todos vocês.

Olinda, 17 de dezembro de 2014

Wendel Pontes

 

Presidente da Associação Pernambucana de Esperanto