Cursos presenciais

O Esperanto é ensinado e praticado em diversas cidades em Pernambuco.

Congressos Brasileiros

Um dos melhores congressos esperantistas do mundo é o brasileiro!

O congresso de 2015 foi no Rio de Janeiro.
Veja como foi na página da Liga Brasileira de Esperanto

Cursos presenciais

O Esperanto é ensinado e praticado em diversas cidades em Pernambuco.

RocketTheme

Nossa História

De 1937 aos dias atuais, muito há para se contar.

 

RocketTheme

Literatura

Muito para se ler, muito para se deleitar.

Movimento Esperantista

Movimento

Nós procuramos ajudar a mover o mundo!

 

Vídeos

Vídeos

Seleção de alguns vídeos interessantes. Sempre em atualização.

Esperanto, muito mais que uma língua. Um modo de viver o mundo no qual a comunicação se processa de uma forma mais justa, igualitária e humana.

Viva essa experiência!

Fev 24 2015

Neste ano a APE, com apoio de diversos membros, conseguiu enviar para o Congresso Brasileiro de Esperanto de 2015 um jovem samideano para representar Pernambuco no maior evento esperantista do país. Abaixo, você pode ler o texto escrito por este jovem, onde ele conta um pouco desta experiência e avaliar por si mesmo o quanto é importante usufruir do idioma nas oportunidades que puder:

“Uma jornada de mil milhas começa com um único passo.” Lao Tzu

 

Não há frase melhor que essa para traduzir meu sentimento após ter viajado ao Rio de Janeiro para um congresso de Esperanto, pois sinto agora o quanto essa língua é capaz de nos propiciar passos em direção ao nosso engrandecimento cultural e até mesmo moral a respeito do mundo em que vivemos.

 

Conheci o Esperanto em 2011 e passei a estuda-lo apenas por curiosidade, não tinha contato com esperantistas, nem tampouco sabia da existência de uma comunidade viva e ativa em torno dessa língua. Logo após um certo tempo de estudo passei a buscar contatos com pessoas visando praticar e desenvolver minhas habilidades na língua, foi então que conheci esperantistas do Recife, com os quais passei a criar vínculos de amizade e companheirismo, desde então pude perceber os laços de fraternidade que unem as pessoas em torno desse idioma, porque não foram poucas as vezes que esperantistas demonstraram nobres atitudes a meu favor, inclusive essa viagem ao Rio que foi proporcionada graças a alguns membros da APE que se uniram para me proporcionar a participação no congresso.

 

Acredito que uma das experiências mais enriquecedoras no movimento esperantista seja você comunicar-se com pessoas de diferentes países através de um idioma neutro e que possibilita a compreensão mútua de forma fraterna e igualitária, pois ao ter essa experiência percebe-se o quanto o ideal sustentado por um homem tornou-se uma realidade a qual constatei ao ter feito amizade com pessoas do Uruguai, Argentina, Alemanha, Polônia e também de várias regiões do Brasil tudo através do Esperanto.

 

            Após minha volta do congresso para Pernambuco, comentei com amigos que as experiências vividas durante o congresso me fizeram ter uma nova perspectiva da dimensão que o Esperanto pode ter na nossa vida, já que durante uma semana eu pude conhecer algumas coisas do Rio, conhecer novas pessoas, conhecer mais sobre a cultura esperantista e vivenciar a utilidade da língua para nós enquanto seres dotados do desejo de fraternidade, compreensão mútua e cultivo de ideais elevados para nosso mundo.

 

             Como na frase usada na introdução desse texto, sei que essa foi a primeira de muitas outras experiências que virão do movimento esperantista para minha vida, pois sei que em volta desse belo idioma há um mundo a ser descoberto e vivido por todos aqueles que objetivam-se a usar as asas da liberdade através do idioma neutro internacional, o Esperanto.

 

Marcionilo Vasconcelos - Caruaru, Pernambuco