Cursos presenciais

O Esperanto é ensinado e praticado em diversas cidades em Pernambuco.

Congressos Brasileiros

Um dos melhores congressos esperantistas do mundo é o brasileiro!

O congresso de 2015 foi no Rio de Janeiro.
Veja como foi na página da Liga Brasileira de Esperanto

Cursos presenciais

O Esperanto é ensinado e praticado em diversas cidades em Pernambuco.

RocketTheme

Nossa História

De 1937 aos dias atuais, muito há para se contar.

 

RocketTheme

Literatura

Muito para se ler, muito para se deleitar.

Movimento Esperantista

Movimento

Nós procuramos ajudar a mover o mundo!

 

Vídeos

Vídeos

Seleção de alguns vídeos interessantes. Sempre em atualização.

Esperanto, muito mais que uma língua. Um modo de viver o mundo no qual a comunicação se processa de uma forma mais justa, igualitária e humana.

Viva essa experiência!

Abr 19 2016

Foi realizado no último sábado, dia 16 de abril, o VI Simpósio Pernambucano de Esperanto, o evento contou com a participação de representantes do estado da Paraíba, Alagoas e Rio de Janeiro, além da presença de pessoas de diversas cidades Pernambucanas.

 Esta edição do simpósio notabilizou-se por reunir representantes de outros estados do Brasil, que ministraram palestras de alto nível norteando o tema principal do evento: Direitos Linguísticos e Conflitos Interculturais. Pela primeira vez, um simpósio pernambucano durou um dia inteiro e ofereceu um alojamento comunitário com um preço simbólico. Isto permitiu que jovens de diferentes estados pudessem participar do evento.

A programçaão do simpósio ofertou atividades simultâneas em três salas, direcionada para todos os públicos: palestras em esperanto, em português e um mini curso relâmpago de esperanto. Este fato abriu espaço para os iniciantes na língua e simpatizantes, bem como para aqueles que foram para praticar o idioma.

Na abertura, os representantes oficiais da Paraíba, Alagoas e Pernambuco deram as boas-vindas aos participantes. A BEL (Liga Brasileira de Esperanto) e a BEJO (Organização da Juventude Esperantista Brasileira) foram representadas por Fernando Maia (RJ) e Querino Neto (AL), respectivamente. As palestras abordadas nas salas temáticas variaram, desde a história do imperialismo linguístico no mundo até como se tornar um ativista linguístico nos dias de hoje. Adicionalmente, o mini-curso de esperanto mostrou a simplicidade do idioma, para os participantes que só tinham um conhecimento muito superficial do esperanto.

Diferentes stands estiveram disponíveis, incluindo um sobre o KER-Ekzameno, a livraria da APE e vendedores independentes, na área de convivência do kongresejo. De tarde, o horário do intervalo foi utilizado para apresentações artísticas, com declamações de poemas em esperanto, português e apresentações musicais.

A palestra central do evento foi realizada por Fernando Maia, que falou sobre a democracia linguística e o Esperanto, onde a plateia pôde participar e tirar suas dúvidas sobre o assunto. O simpósio fez jus ao seu tema, abriu espaço para todos os públicos, e assim seus participantes fizeram novas amizades, adquiriram novos conhecimentos sobre a língua e praticaram o idioma.

Nosso encontro acabou e certamente deixou no sentimento dos participantes uma sensação de renovação e alegria, já que esse evento foi tão agregador e mostrou novas dimensões da atividade esperantista em Pernambuco.

Abaixo, algumas fotos do evento:

 Mesa de abertura.

Cerimônia de Abertura. Da esquerda para a direita: Lucas Barbosa (PB), Wendel Pontes (PE), Fernando Maia (RJ) e Querino Neto (AL).

Fernando Maia, dando as boas-vindas em nome da BEL.

Momento artístico com declamação de poemas, pela esperantista pernambucana Maria do Carmo (Makaol), da cidade do Cabo de Santo Agostinho (PE).

Apresentação musical

Final do evento, jovens esperantistas reunindo-se para comemorar em Olinda.